Agenda das Celebrações de Fevereiro

Orientações:

Para a Abertura do Ano Pastoral (02/02 às 18h) recomende-se aos fiéis que tragam suas velas para que sejam abençoadas, e a equipe de acolhida prepare algumas outras para que possam ser distribuídas.

Para o treinamento da Campanha da Fraternidade (12/02 – 19h30) estão convocados todos os representantes de comunidades, membros do CPP, círculos bíblicos, projeto redes, equipes e movimentos. Também os catequistas, pregadores da RCC, e pessoas que fazem a partilha da palavra nas comunidades.

Acontece no sábado dia 15/02 às 15h a primeira reunião para preparação e articulação da Solenidade de Corpus Christi. É necessária a participação de dois representantes de cada comunidade, pastoral, equipe e movimento. Na ausência do representante deve-se eleger um delegado.

Trazer para a celebração da Quarta-feira de cinzas (26/02) pela manhã (6h), as cinzas para as serem abençoadas. Os ministros extraordinários da distribuição da Sagrada Eucaristia das comunidades ficam responsáveis de trazer e levar para as comunidades, afim de serem distribuídas nas celebrações a noite. Vamos motivar.

Ornamentar a Igreja com folhagens e cactos. Apenas na Capela do Santíssimo é permitida a colocação de flores. Uma grande cruz com pano roxo seja colocada em local de destaque, recordando a nossa postura penitencial. Esta será introduzida no templo na celebração da quarta-feira de Cinzas (19h30), após a saudação inicial.

Preparar as celebrações com espiritualidade própria para o tempo da quaresma: missas, celebrações da palavra, viassacras, adorações ao Santíssimo Sacramento, celebrações de confissão comunitárias e individuais.

Oriente-se aos grupos de cantos das comunidades e Matriz, quanto a entonação dos hinos. Não se usa bateria neste tempo. Seja dada preferência ao uso de teclados ou instrumento de sopro. Onde não os tiverem, os instrumentos de corda sejam usados na maior discrição e sobriedade possível. Para as missas semanais ou celebrações nas comunidades, utilizar o hinário diocesano, ou folha de cantos próprias para o tempo litúrgico celebrado, para que a assembleia participe.

Durante as quintas-feiras da quaresma (ou o dia que melhor favorecer a comunidade) a Matriz e as comunidades onde se conservam as reservas eucarísticas devem organizar suas equipes para adoração ao Santíssimo Sacramento;

Na Comunidade que tem catequizandos adultos para serem batizados na Páscoa, a coordenação da Catequese fique atenta aos escrutínios nos sábados da Quaresma durante as missas na Matriz;

Divulgar e motivar nas comunidades, as celebrações de confissões comunitárias e individuais, para que seja um momento rico, afim de nos prepararmos melhor para as festas que se aproximam.

Rogo as bençãos de Deus sobre vocês e suas famílias.

Padre Antônio Luiz Pazolini Pandolfi
Pároco