Vela online

Agenda - confira os eventos

Assesar agenda completa

Coreografia

DANÇA” LITÚRGICA - A LITURGIA “DANÇADA”.

Louvem seu nome com danças (salmo 149,3) louvai-o com danças e tambor... (salmo 150,4).

 

No documento a Liturgia Romana e a Inculturação da Congregação para o Culto Divino(1994) lemos sob o n. 42. “Em certos povos, o canto é instintivamente acompanhado do bater de mãos, de movimentos ritmados e de passos de dança dos participantes”...

Pelo seu jeito de ser, certos povos costumavam acompanha o canto com gestos do corpo, bater das mãos, movimento ritmado e passos de danças.Neste caso,acrescenta o documento,poderão fazer o mesmo na liturgia,não para fazer “Show”mas como jeito cultural de orar e celebrar.

“Tais forma de expressão corporal podem ter lugar na ação litúrgica, na condição de serem sempre expressão de uma verdadeira e comum oração de adoração, de louvor ou de súplica e não mero espetáculo”.

 

Através do corpo e pelo corpo, a comunidade expressa louvor, adoração e suplica a liturgia.
No caso da dança, não se trata evidentemente de introduzir danças de fora para dentro da liturgia e sim de celebrar,não só com a voz do canto,mas também com o corpo e movimentos de danças.O texto inclui que: É dançar a liturgia,é liturgia dançada; e não dançar na liturgia! A coreografia simples procura dar expressão ao Rito penitencial, etc.

Para ajudar a assembléia, uma equipe pode exercer o ministério da dança litúrgica. Para tanto, é claro, necessita de uma formação especifica:

a) Teórica – princípios de liturgia e dança, leitura orante dos textos da liturgia para entrar com o corpo na espiritualidade

b) Pratica – escolha, criação ou adaptação de passos que vão ajudar a comunidade a celebrar, a partir das musicas escolhidas pela equipe de liturgia; e assim fazer os ensaios e avaliação antes das celebrações sempre em clima de oração.

c) Os passos, os gestos das mãos e do corpo visam, sobretudo, acompanhar o ritmo da musica, no entanto temos que mos monitorar e ter cuidado com a “expressão corporal”

d) Ensaios- com dia e horário marcados,porem devemos sermos pontuais com nossos compromissos e atender o chamado que Jesus nos faz, com sabedoria,disciplinas e posturas dadas nas formações.

 

A coreografia litúrgica é dividida em três partes.

1-Ritos Inicias.
No qual expressamos o nosso louvor com o Glória

2-Celebração da Palavra.
Entrada da Palavra, Salmo Responsarial e Oferendas.

3- Celebração Eucarística.
Que é o Santo.
Mais também podemos fazermos uma bonita coreografia em uma Iincensação, em uma abertura de uma grande celebração, em um louvor final etc.

 

A dança litúrgica é uma possibilidade que exige discernimento e prudência pastoral, pois não temos a tradição de dançar a liturgia. É preciso escutar, respeitar as sensibilidade religiosas, ter a humildade.
de reconhecer os erros para procurar fazer melhor. Se a dança for capaz de expressar interioridade a beleza, ajudará a celebrar melhor abrindo os corações para o mistério de Cristo que se faz presente nos sinais da celebração

EQUIPE RESPONSÁVEL: PASCOM

PRODUZIDO POR IMPACTAWEB